Jornal O Serigráfico

 

Atrações interativas, volume de negócios gerados e público presente superam expectativas

A 27ª edição da Serigrafia SIGN FutureTEXTIL, realizada de 12 a 15 de julho, no Expo Center Norte, em São Paulo (SP), se firma como uma das mais importantes feiras da América Latina para o setor. Atrações interativas com o público, grande número de visitantes muito qualificados com intenção de compra e volume de negócios superaram as expectativas dos organizadores e o mercado.

“As novidades desta edição agradaram e surpreenderam o público, os expositores e as instituições do setor. Buscamos formatar o evento para atender às demandas de um mercado em evolução e as atrações interativas, experimentações, apresentação de tendências e conteúdo técnico de qualidade marcaram a feira deste ano. O grande volume de negócios iniciados na feira demonstra um otimismo nos setores de atuação, sinalizando para uma retomada do setor”, avalia a diretora do evento, Liliane Bortoluci.

Passaram pelos quatro dias de evento 36 mil visitantes, que conferiram atrações como a Serigrafia em Ação, uma oficina criativa com demonstrações práticas de todo processo serigráfico: preparação da arte final, fotolito, revelação e gravação de matrizes com efeitos diferenciados; o Circuito de impressão digital têxtil, que apresentou as principais etapas do processo de impressão digital em tecidos; o DecorExpress, projeto inovador que evidencia as muitas possibilidades que a comunicação visual oferece para a decoração; a Arena do Conhecimento by SID, com a apresentação de novos produtos, ferramentas, dicas e técnicas de aplicação em Envelopamento, Troca de Cor, Comunicação Visual e Proteção de Pintura automotiva. O conteúdo técnico do evento foi compartilhado no Fórum Serigrafia SIGN FutureTEXTIL, com palestrantes conceituados, temas inovadores e cases de sucesso, além da Arena Técnica, com palestras sobre novas tecnologias, lançamentos e soluções oferecidas pelos expositores aos profissionais.

Negócios

A edição deste ano da Serigrafia SIGN FutureTEXTIL foi marcada pelo grande volume de negócios fechados e iniciados durante a feira, superando as expectativas das empresas expositoras. Pela primeira vez foi realizada uma rodada de negócios, que rendeu em uma hora e meia de reuniões entre 10 empresas expositoras e 41 compradores de todo o Brasil uma previsão de negócios de R$ 9,3 milhões nos próximos 12 meses.

O gerente de equipamentos da Serilon, José Carlos de Almeida comemorou os resultados e destacou a visita de clientes “entrantes”, interessados em começar um negócio e empresários do setor que querem diversificar o que têm dentro da empresa. “Foi notória a quantidade e a qualidade de público, muito maior que a do ano passado. Com as mesas de negociações sempre lotadas, nós fechamos 25 equipamentos e captamos cerca de R$ 2 milhões em vendas, e a expectativa é que atinjamos até o encerramento os R$ 3 milhões, com a venda de mais 15 máquinas. Além disso, o que não foi fechado aqui gerou lead para que possamos trabalhar nos próximos seis meses pós-feira. A SIGN para nós é um divisor: é o nosso combustível para rodar até o final do ano”.

Essa visão é compartilhada pelo gerente de produtos da Roland DG, Wilians Lotti. “A feira deste ano foi muito boa para os negócios. Desde o primeiro dia o movimento foi muito grande de pessoas com intenção de compra, pesquisando para fechar na feira mesmo e outros sinalizando negócios daqui para frente”, acredita o executivo.

Para a HP, que participa da SIGN há algum tempo, esta edição foi uma grata surpresa. “Vimos um movimento muito bacana, clientes super qualificados, interessados em novos conhecimentos, buscando novas soluções, fazendo negócios, trazendo novas ideias e matando as saudades. Foram dias intensos, proveitosos e divertidos. A decisão de voltar à feira para o mês de julho foi muito acertada. Lá esteve reunida a nata do mercado de comunicação visual”, analisa a gerente de marketing da HP Brasil, Edissa Furlan. “A feira é um importante momento onde captamos leads de interesse, que serão trabalhados ao longo de muitos meses após o evento. É um celeiro de oportunidades que não acaba no evento, gera negócios que vão se consolidar ao longo do tempo”, ressalta.

“A feira Serigrafia SIGN é muito importante para a Global porque gera resultados de forma continuada. Entre uma e outra continuamos colhendo frutos da edição anterior. Ou seja, não são apenas os negócios fechados na feira, mas toda a bagagem de clientes muita rica que levamos para trabalhar ao longo dos próximos 12 meses. Por isso, considero a Serigrafia SIGN um marco para todo o mercado, um ponto de encontro anual, em que clientes e empresários de todos os segmentos esperam para vir conhecer as novidades e principalmente fechar negócios”, declara o CEO da Global Química & Moda, Felipe Sanches.

“A feira foi muito boa, com bastante gente e nos surpreendeu. Participamos de atrações que agregaram como o DecorExpress e tudo foi muito produtivo: conseguimos fechar negócios e saímos daqui todos muito contentes com o resultado. No ano que vem estaremos de volta”, garante o gerente de marketing da Imprimax, Igor Paiva.

Serigrafia em Ação

O Serigrafia em Ação foi uma oficina criativa com demonstrações práticas de todo o processo serigráfico: preparação da arte final, fotolito, revelação e gravação de matrizes com efeitos diferenciados em serigrafia têxtil e comunicação visual. No local foram feitas demonstrações em horários pré-determinados, com um tour em que o professor Moacir Ferreira e as equipes técnicas da Gênesis Tintas e da Tucano Equipamentos apresentaram todo o processo serigráfico.

Segundo o diretor da Gênesis Tintas, Ioshimi Ishii, a feira superou as expectativas. “Recebemos muitos visitantes durante todos os dias de evento, em todos os horários. O mais importante para nós, que ficamos um tempo sem participar da feira, foi conseguir rever todos os nossos clientes, tanto revendas quanto estampadores. Percebemos que o pessoal que tinha deixado de participar porque dizia que a feira não tinha mais serigrafia retornou, principalmente devido à divulgação feita pela organização do projeto ‘Serigrafia em Ação’”, analisa.  “O Serigrafia em Ação, realizado pela Informa em parceria com a Gênesis, a Tucano e a Global Química & Moda, esteve lotado em todos os turnos. Trouxemos a Escola Gênesis para cá, com os nossos professores e o youtuber Rafael Roan, do canal Passando o Rodo, que fala sobre serigrafia. As pessoas estavam em busca de informação de qualidade e também da parte prática”, completa o gerente de marketing da Genesis, Leonardo Ishii.

Circuito de Impressão Digital Têxtil

Entre os destaques do evento em termos de compartilhamento de conhecimento, está o Circuito de Impressão Digital Têxtil, comandado por Herculano Ferreira, da Art Zone e Sarah Caldas. Da Panorama. O projeto contou com seis estações que mostraram todo o fluxograma de pesquisa, desenvolvimento e produção de uma estamparia digital têxtil aplicada em moda e/ou decoração. Voltado para empresários e profissionais de criação, desenvolvimento, produção e mercado da indústria têxtil de vestuário e decoração, o Circuito teve o apoio do SENAI Têxtil, Moda e Decoração. As estações foram divididas em Mercado e Estilo, Desenho, Coloração, Pré-Tratamento de Tecidos para Impressão, Impressão e Acabamento. O projeto demonstrou em termos práticos como um bom resultado de impressão digital têxtil depende da atenção a cada uma das etapas desse processo e que a falha em uma delas pode custar o fracasso de um projeto.

Na estação Mercado e Estilo foi mostrado o processo coletivo de inteligência de mercado, pesquisa estética, estabelecimento de grade de valores visuais, técnicos e físicos, definição de família de produtos visando públicos-alvo já identificados, planejamento técnico de execução da estampa em um determinado parque de máquinas analógicas ou digitais, evidenciando que a definição do mercado de atuação é o pontapé inicial de todo projeto e jamais deve ser esquecido, sob pena do fracasso de uma empresa. “Decifra-me ou te devoro” foi o lema da estação Mercado, seguida pelo Estilo, que deve ser muito bem definida de acordo com o público-alvo. A estação Desenho mostrou os diferentes recursos artísticos e técnicos, trabalho tradicional e digital, preparação, enquadramento e fechamento de imagens para impressão nos processos de impressão. A estação Coloração mostrou as opções e consequências de trabalhar as variantes de cores baseadas na percepção individual do colorista, no Círculo de Cores e em ferramentas digitais, estabelecimento de perfil de cores para preparação de amostras de cartela de cores, provas da estampa colorida em papel vinculadas a equipamentos e processos de impressão, apresentando a utilização do Pantone como referência de cores.

A segunda parte do Circuito, começou pela estação Pré-tratamento de tecidos para impressão, apresentando as características de tecido, tratamentos para recepção de tintas digitais de base corante e de pigmentos e adequação da imagem e cores à impressão digital jato de tinta. A estação Impressão mostrou os impactos ambientais do tratamento e aApresentação dos principais processos de impressão: Impressão indireta por sistemas de transfer com papel e filmes (Transfer Sublimático, Transfers de filmes termoplásticos e bases dubladas); Impressão direta em tecidos (Impressão DTF) – Pigmentos e Corantes Ácido, Disperso e Reativo em tecidos de fibra natural, mistos e sintéticos. A sexta e última estação, a de acabamento demonstrou as Polimerizadeiras, Vaporizadores, Prensas, Calandras,Lavadoras, Foulard,Rama, Cortadoras, Dobradoras, etc. Ao final, os participantes do Circuito puderam conversar com os especialistas que os orientaram sobre os métodos de aplicação mais adequados e mais sustentáveis aos negócios e projetos ligados à indústria têxtil.

Fórum Acrílico Sign 2017

Em parceria com o Indac – Instituto Nacional para Desenvolvimento do Acrílico foi realizado o Fórum Acrílico Sign 2017, com palestras e dicas práticas  para alavancar e valorizar projetos de comunicação visual com esse elemento, como técnicas de dobragem e usinagem com tupia, equipamentos para corte e gravação a laser e routers em acrílico e outros plásticos, uso de chapa plástica em comunicação visual e colagem de comunicação visual em acrílico, por capilaridade, de topo, laminação e de 45°, com colas especiais.  “O Brasil possui um baixo nível de consumo per capita de acrílico. Estamos muito abaixo de países como México, Argentina e Chile, sem nem considerar os maiores consumidores como Japão, EUA e Itália. Por desconhecimento e por uma questão cultural mesmo, o mercado brasileiro tem feito pouco para a comunicação visual diferenciada que o acrílico proporciona. Para se ter uma ideia, do público presente no Fórum, 25% nunca tinha trabalhado com acrílico”, afirma o executivo do Indac, João Orlando Vian. “A realização do Fórum Acrílico na feira superou as nossas expectativas e foi muito positivo poder tratar de aspectos conceituais e técnicos para um público bem focado e com uma característica que consideramos interessante: 70% de fora da grande São Paulo, que é onde se concentra o maior uso de acrílico”, completa.

Fórum Serigrafia Sign FutureTextil

Com palestrantes conceituados, temas inovadores e cases de sucesso, o Fórum teve como objetivo aprimorar o conhecimento dos visitantes para o setor. Em seu terceiro dia, o diretor de O Serigráfico, Claudilei Sousa, palestrou sobre o tema Consolidação do Mercado de Comunicação Visual, abordando os tópicos Inovações tecnológicas sofridas ao longo do caminho, Desafios e especificidades dos segmentos da Comunicação Visual e Principais desafios enfrentados pelo mercado no momento.

A palestra foi seguida por um Talk Show sobre Impressão Digital e como ela influenciará o mercado de Comunicação Visual nos próximos anos, que contou com os painelistas Ricardo Augusto Lie, diretor de Negócios da Ampla e com o Diretor de Vendas da América Latina da EFI, Ernande Ramos, sob a mediação de Sousa.

                O evento também contou com a Arena Técnica, espaço dedicado à apresentação de novas tecnologias, lançamentos e soluções dos expositores, uma  oportunidade de atualização de mercado e com o Decor Express, projeto que evidenciou as infinitas possibilidades que a comunicação visual oferece para a decoração, onde diversos ambientes foram simulados e contavam com a decoração feita por adesivos.

Serigrafia SIGN FutureTEXTIL  apresentou soluções abrangentes nas áreas de Serigrafia, Sublimação, Impressão em grandes formatos, Impressão digital têxtil (estamparia), Decoração para Interiores, Materiais promocionais, brindes e personalização, Sinalização, Sinalização Digital, Softwares para os segmentos de impressão e gestão empresarial.  Com 27 anos de tradição, a feira é organizada pela Informa Exhibitions, maior organizador de eventos, conferências e treinamentos do mundo, e conta com o apoio da Associação Brasileira da Indústria Gráfica (ABIGRAF Nacional), ABTG – Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica, Indac – Instituto Nacional para Desenvolvimento do Acrílico e SEBRAE SP.

A próxima edição do evento será de 25 a 28 de julho de 2018, no Expo Center Norte, com o tema “Tradição em imprimir resultados”.

 

Comente: