Jornal O Serigráfico

*Wilson Giglio
www.wilsongiglio.com.br

Interessante a evolução deste ramo de atividade, que se iniciou há centenas de anos, quando pintores produziam placas indicativas de ruas, de estabelecimentos e outras utilizações. Com o tempo passamos a ter os pintores-letristas que produziam estas mesmas placas e faixas de tecido, largamente utilizadas em diversas atividades, bem como pintura de painéis em estabelecimentos comerciais e até letra caixa com luzes eram as inovações.

A tecnologia avançou, bem como as matérias-primas, e passamos a ter lonas e adesivos para executar este mesmo trabalho. Mas como tudo muda, precisamos desenvolver equipamentos para podermos usar esses novos materiais e foram criadas as máquinas de impressão com diversas inovações, utilizando a matiz das quatro cores básicas e uma infinidade de aplicações.
Hoje, este ramo de atividade é muito completo, temos para atender os clientes: lonas para banners, adesivos para utilização em diversas atividades, envelopamento (de carros, caminhões, ônibus, geladeiras), letras caixa (dos mais diversos tipos), totens, back light, sublimação, serigrafia, gráficas, silk-screen e uma infinidade de matérias-primas, tais como: lonas, adesivos, madeira, PVC, acrílico, ACM, MDF, papel, tecidos, espelhos, aço, alumínio e outros, além de uma diversidade imensa de materiais auxiliares: tintas ecossolventes e outras, luz UV e outras, estiletes, soldas, suportes, estruturas e outra infinidade de softwares: Corel Draw, Ilustrator, Cad, Photoshop e outros.

Você pode ver que a evolução é visível e constante, não tem como não deixar de acompanhar a evolução deste mercado, principalmente em Feiras e Congressos especializados no setor. A capacitação e o desenvolvimento dos proprietários de empresas deste ramo e de seus colaboradores não podem ficar para trás: tem que ser constante também, pois correm o risco de não crescerem e, portanto, não atenderem às solicitações e exigências de seus clientes. As palavras de ordem neste ramo especificamente são inovação e diversificação, a empresa tem que ter todas as opções possíveis para atender o cliente e, para isso, precisa investir em todas as áreas, não somente na compra de novos equipamentos, mas também no desenvolvimento de novos produtos, organização da empresa, otimização do tempo de produção e redução de custos, com um processo enxuto.
Pensando nisso e já com alguma experiência neste ramo de atividade é que consegui orientar um cliente parceiro na evolução do seu negócio e, consequentemente, no aumento do seu faturamento, além, é claro, da redução de custos com a otimização do tempo de produção. A empresa estava bem estruturada, seus equipamentos praticamente novos, seus colaboradores excelentes profissionais e comprometidos com o projeto, o proprietário, embora jovem, com muitas ideias e uma visão de empreendedorismo espetacular, mas limitado pelos produtos que vendia. A esposa do proprietário também queria colaborar com o desenvolvimento da empresa de alguma forma.

Resumindo: abrimos uma porta para atendimento ao público, oferecendo adesivos para paredes e criamos alguns produtos de venda direta. Depois de dois meses, os produtos haviam aumentado: agora tínhamos vários presentes e enfeites com estampas produzidas na empresa. Isso deu inicio a um atendimento mais personalizado, os clientes já podiam solicitar algumas estampas mais exclusivas ou produtos mais pessoais. Com isso, a empresa passou a ser mais conhecida na pequena cidade e, consequentemente, acabou trazendo mais serviços para a atividade principal. Com quatro meses da implantação desta atividade o faturamento tinha aumentado 36% e a loja, a principio apenas para ser um “arroz com feijão”, já estava com 3 colaboradoras e responsável por 20% do aumento do faturamento total.

Tudo isso com um muito pouco investimento em outros equipamentos e capacitação dos colaboradores que já tinham algumas horas ociosas. Você faz parte desta crise apenas se desejar, pois existem esta e outras alternativas para a sua empresa, desde que esteja disposto a investir um pouco mais. Pense nisso!!!

*Wilson Giglio
Organizador de Empresas e de Pessoas, Consultor em Gestão Empresarial, Especialista em empresas de Comunicação Visual, Cursos EAD exclusivos: www.parceirodosempresarios.com.br

Comente: