Jornal O Serigráfico

foto-coluna-embaplan-customizacaoPela empresa Embaplan

Camisetas personalizadas podem ser feitas de diversas formas. Seja bordado à máquina ou à mão, passando pela serigrafia e estamparia através de processos a quente, a personalização de camisetas nos dias atuais, realizada de forma digital, tem inúmeras vantagens acima dos processos mais antigos de personalização. Veja alguns métodos utilizados, desde os mais antigos os mais modernos:

Serigrafia ou Silk Screen

É um processo feito através de impressão por telas, utilizando tintas para tecido. Uma das mais antigas formas de impressão em camisetas, este tipo de trabalho de personalização tem a capacidade de criar diversos efeitos, texturas e relevos. Porém, o custo de uma camiseta estampada com Serigrafia pode ser bastante caro, é um processo demorado, além de ser dispendioso também para o empreendedor, que precisa de grandes espaços para instalar uma empresa e maquinários deste segmento, além de precisar ter mais mão de obra, o que significa gastar mais.

Sublimação

A sublimação é um método que permite imprimir imagens de cores variadas em qualquer superfície tratada ou tecidos sintéticos. É um processo de baixo custo se comparado com outros e fácil de aprender. A sublimação é rápida de produzir, permitindo a entrega de um trabalho no mesmo dia ou na mesma hora.

Power Film V3

O Power Film V3 é um tipo de vinil recortado em plotter e transferido para a camiseta por prensa térmica. Possui varias opções de cores, como azul, preto, branco, verde, amarelo, vermelho, azul escuro, laranja e prata, um efeito exclusivo deste tipo de material e que outros métodos não alcançam. Normalmente é utilizado para personalizar frases, letras e números de camisas de futebol, deixando um aspecto emborrachado. Para trabalhar com o Power Film, é preciso ter uma plotter e uma prensa térmica.

Transfer Digital

Processo barato de impressão, é o pior método no quesito beleza e resistência a lavagens. É ideal apenas para pequenas tiragens e camisetas que serão descartadas. Outra desvantagem deste método é que nem sempre a cor da estampa no computador fica fiel à impressão. A textura é opaca, dando a impressão de um plástico colado na camiseta. Pode ser aplicado em camisetas 100% algodão.

Sublimação Localizada

Este tipo de personalização em camisetas só é permitido em tecidos 100% poliéster e de cor branca, não podendo ser aplicado em tecidos coloridos. O transfer é feito com impressora e tinta sublimática e transferido para a camiseta por meio de termo transferência.  A resistência a lavagem é excelente.

Foil

É um tipo de papel refletivo com brilho metálico. Este tipo de personalização é feita através da aplicação de uma cola especial na camiseta e, com a prensa térmica, é transferida para o tecido. O efeito deixa um brilho intenso. É resistente a lavagens, porém o material oxida rapidamente em contato constante com o suor.

Transfer Serigráfico

Este processo de impressão é produzido através da serigrafia e possui as mesmas propriedades e qualidades da mesma. É utilizado quando há a necessidade de ter estampas já impressas e estocadas, sem que precise ser usadas na mesma hora. O processo é caro, com custos altos com fotolitos e telas e é preciso que haja uma grande demanda para ser possível a produção.
Os transfers por sublimação e o Powerfilm, por serem de alta qualidade, econômicos e rápidos de produzir, têm sido atualmente a escolha de muitos que precisam de serviços de personalização em camisetas.
Com a sublimação é possível cobrir grandes áreas de tecido, com efeitos, padrões e estampas que ultrapassam os limites da criatividade e durabilidade. Já se a intenção for divulgar a sua marca com um efeito exclusivo, com varias opções de cores, bem como cores cromadas, nada melhor do que ter o seu logo, símbolo ou brasão estampado em camisetas através do método do Powerfilm. Ambos proporcionam uma forma elegante de destacar a sua empresa.

www.embaplan.com.br

Comente: