Jornal O Serigráfico

1) O primeiro passo é evitar diversos erros que pode estar cometendo, para isso escrevi um e-book, chamado “Os principais erros dos empresários”, que talvez possa te ajudar, faça o download gratuito em nosso portal (projeto social para empresários e empreendedores, aproveite para ver vídeos e farto material gratuito para você, sua empresa e seus colaboradores) http://www.portaldosempreendedores.com.br/e leia-o, vale a pena.

2) O segundo passo é saber se você está vendendo sua mercadoria ou produto ou serviço pelo valor correto e, principalmente, se está tendo lucro ou prejuízo com o mesmo. Para isso assista, os vídeos específicos para cada atividade em
http://relatoriosempresariais.com.br

3) No mesmo site (item 2) você vai encontrar uma planilha de gerenciamento financeiro do fluxo de caixa que te permite fazer projeções financeiras para os próximos 5 anos. É fundamental que você tenha algo parecido, pois poderá desta forma, fazer o planejamento financeiro e estratégico e, consequentemente, se preparar para todas as adversidades possíveis, além de encontrar também uma planilha de Análise Econômica e Financeira do Balanço da sua empresa, mostrando como ela está hoje e se tem lucro ou prejuízo.

4) A forma de tributação é muito importante, dependendo de como está hoje (simples, presumido e real) poderá fazer toda a diferença para os próximos anos. Se a sua empresa já saiu ou terá que sair do Simples em razão de faturamento, converse com o seu Contador e, quem sabe, não é mais vantagem você abrir outra empresa, no nome da sua esposa, por exemplo. Tenho clientes que utilizam um nome para a loja física e outro nome (esposa) para a loja e-commerce. Isso faz toda a diferença em relação aos preços de venda de mercadorias/produtos ou serviços em razão do incentivo de impostos que é composto pelo Simples Nacional. Um estudo aprimorado pode até, dependendo da atividade, mostrar que é mais vantagem o lucro presumido do que o simples nacional. Consulte isso e veja qual é o melhor para a sua atividade com o seu contador ou com um Mentor de Negócios.

5) Você deve saber que quanto mais preparado estiver melhor será, certo? Procure capacitar você e sua equipe de colaboradores o máximo possível, o profissionalismo tem que ser evidente, tem que ter a sua cara, a sua imagem, e é essa a primeira impressão que fica. Quanto melhor o atendimento, produto/serviço/mercadoria aliado a uma excelente imagem (geral), mais próximo o cliente ficará. Além do que, se você quer uma empresa 100%, todos deverão estar no mesmo patamar: sua empresa, você, seus colaboradores e seus produtos.

6) Algumas empresas têm certa dificuldade em ter ou apresentar um diferencial, é verdade, para algumas atividades é muito difícil. De qualquer forma é imprescindível que você crie alguma coisa neste sentido. É o diferencial que ajudará a fidelizar o seu cliente, bem como a qualidade, atendimento, postura, imagem, responsabilidade, credibilidade, prazo de entrega, garantia e valor do mesmo.

7) Seus colaboradores trabalham felizes? Se sim, ótimo, parabéns. Se não, que é o caso da maioria das empresas, está na hora de você fazer algo a respeito disso, não acha? Lembre-se: uma empresa que tem seus colaboradores trabalhando felizes (e satisfeitos) tem muito mais chance de ganhar em todos os aspectos possíveis, inclusive ser este um diferencial que atraia mais clientes. Imagine todos infelizes, a quantidade de energia negativa que isso atrairá. Ao contrário, sendo todos felizes, a quantidade de energia positiva que vibrará do local da empresa. Pensa que isso não faz diferença? Implante o Sistema de Recursos Humanos na sua empresa, com normas, manual do colaborador, avaliação de desempenho, benefícios controlados, prêmios vinculados à avaliação, plano de cargos e salários, programa 5S e endomarketing. Tenho certeza que a estrutura, bem como a otimização dos colaboradores será evidente e, quem ganha com isso? Os clientes, os colaboradores, você e sua empresa. Pense fora da caixa!

8) Para completar a sua organização pense em implantar o Mapeamento de processos, você não faz ideia de como isso é vantajoso para a empresa e seus colaboradores. Apenas para você ter uma ideia: com o mapeamento feito, o prazo de adaptação de um colaborador recém contratado, que é de 90 a 120 dias, normalmente, passa a ser de apenas 30 a 40 dias. Imagine o restante de todas as tarefas (processos) da empresa devidamente registrados e mapeados, o quanto você e a empresa não economizarão com a otimização do tempo de todas as tarefas, aumentando consideravelmente a produtividade (algo em torno de 10 a 25%) com a mesma quantidade de colaboradores. É com este sistema, inclusive, que poderá saber se a quantidade de colaboradores que tem é satisfatória ou está a menor ou a maior na empresa. A redução de custos, encontrada neste item de organização, é simplesmente espetacular. Experimente isso.

9) Crie indicadores, metas, métricas, relatórios gerenciais, análise de balanço, análise econômica e financeira, análise de rentabilidade e tudo o mais na sua empresa. Não, você não é obrigado a saber fazer nada disso, pode contratar alguém para elaborar todos estes relatórios e análises. O fundamental e imprescindível é que existam estes relatórios e você saiba LER os mesmos, analisar, tomar decisões com base nos números e percentuais que lhe serão apresentados. Se você tiver conhecimento de como são feitos será melhor ainda, quanto mais conhecimento melhor. Somente desta forma é que poderá administrar melhor, com mais competência e profissionalismo a sua empresa, o seu negócio, o seu sonho. Se ainda não fez isso, faça o mais urgente possível, será fundamental para você ver o futuro e te ajudar nos próximos 5 anos. Se não tiver na sua empresa alguém que saiba como implantar tudo isso, procure um Consultor ou um Mentor de Negócios para te ajudar nisso. Vale a pena.

10) Uma boa parte das empresas, infelizmente, ainda não dá o devido valor para a internet. Elas ainda não entenderam que ter um site, por exemplo, é fundamental e imprescindível, qualquer que seja a atividade que exerça. Um site é o melhor vendedor de seus produtos/mercadorias/serviços que existe, funciona 24 horas x 365 dias do ano, não tem férias, 13º e demais encargos. São necessárias apenas atualizações e manutenção preventiva. É o melhor investimento que podem fazer em termos de propaganda/imagem. E por vender a imagem da empresa não pode ser um site qualquer, que você mesmo faça (sem experiência nenhuma). Contrate um profissional, uma pessoa que tenha as qualificações necessárias para desenvolver algo especial, algo único, lembre-se: é o seu sonho que está sendo colocado à prova. Você vai querer qualquer coisa? Pense nisso, é sua imagem que estará aparecendo para o mundo. Depois de ter o site pronto procure um profissional para alavancar a venda da imagem, aparecer para seu público-alvo, vender mais o seu produto, mercadoria ou serviço. Aproveite também todas as redes sociais possíveis, vale a pena para divulgação. Quer aprender mais? Veja um curso completo em empreender.pro.br, com tudo o que precisa.

Bom pessoal, creio que com estas dicas vocês já conseguirão ter alguma vantagem (e pensar melhor no que devem fazer) para enfrentar estes próximos 5 anos. Não se engane, a situação vai piorar mais nos próximos meses até começar a melhorar e isto vai demorar algo em torno de 3 a 4 anos, na minha opinião. Se você tiver que investir em algo, pense em organizar ou reestruturar toda a sua empresa, ver tudo o que está errado ou que pode ser melhorado. Invista em capacitação, em profissionalização (até mesmo sua) e crie todos os diferenciais possíveis, pois o seu concorrente está, provavelmente, pensando da mesma forma que você.

Comente: