Jornal O Serigráfico

Cerca de 8 anos atrás, mais uma tendência americana chegava ao Brasil prometendo revolucionar o setor automobilístico. O envelopamento automotivo surgiu como opção à pintura, uma vez que seu custo chega a ser até 50% menor, além de poder contar com numerosos benefícios, entre eles a durabilidade e a opção de voltar à cor original.
Vários são os motivos pelos quais um proprietário de veículo opta por envelopar seu carro, entre eles: proteção à pintura original, alterar a cor ou até uma estilização personalizada.
Será necessário definir de que forma será este envelopamento, pois em alguns casos a mudança exige regulamentar a documentação junto ao Detran.
De acordo com o CONTRAN, será obrigatório regulamentar a documentação de veículos que receberem alterações a partir de 50% na cor, excluindo a área envidraçada, podendo levar o condutor a pagar multa se dirigir um veículo com estas alterações sem portar o documento regularizado.
O primeiro passo, no caso em que houver a necessidade de regulamentar, será pedir uma autorização ao Detran para então encaminhar o veículo para uma empresa especializada em envelopamento. Esta questão se torna importante, pois a empresa é obrigada a fornecer a nota fiscal indicando a nova cor ou classificando como “fantasia”, no caso de estilização personalizada em que não tem uma cor predominante definida. Após o veículo envelopado, em posse da nota fiscal fornecida pela empresa de envelopamento e da autorização fornecida previamente pelo Detran, o proprietário deverá se dirigir novamente ao Detran para solicitar um novo CRV (certificado de registro do veículo). Verifique toda a documentação necessária no site do Detran da sua cidade.
Pode-se usar a criatividade à vontade, uma vez que todas as cores são permitidas, exceto o cromado, expressamente proibido por provocar reflexo e ofuscar a visão de motoristas.
Tanto no envelopamento parcial quanto no total é usado vinil PVC (policloreto de vinila), e o tipo de adesivo utilizado na película é o reposicionável.
Envelopamento Parcial
O envelopamento parcial é uma opção exclusivamente estética, onde será aplicado o adesivo em partes do veículo a fim de garantir um estilo diferenciado e exclusivo.
Uma das tendências é o uso do adesivo black piano, que imita o vidro preto, no teto do carro.
Outra opção bastante procurada é a aplicação de faixas de cor diferente à do carro na lateral do veículo, dando a aparência de carro de corrida, ou ainda o chamado “ delete chrome”, onde todo o cromado externo do carro é adesivado, proporcionando robustez ao veículo.
O envelopamento é usado também como uma forma de divulgação comercial, onde empresas adesivam seu logo ou algum tipo de propaganda no veículo.
Envelopamento Total
No caso de envelopamento total, a película criará uma barreira em todo o veículo, protegendo a pintura original contra riscos, arranhões, manchas e contra a incidência de raios UV.
Poderá ser feito na mesma cor do carro ou em outra cor, podendo ainda escolher o tipo de acabamento: brilhante, fosco, metálico, escovado ou com efeitos, como é o caso da fibra de carbono, que oferece uma textura granulada, ou ainda aplicar adesivo com arte reproduzida por impressão digital.
Há a opção em usar uma película transparente, apenas para proteger a pintura original, porém esta película é importada, tornando o custo elevado.
Quando o proprietário decidir retirar a película para retornar à cor original de fábrica, a retirada deverá ser feita por empresa especializada.
Cuidados antes e após envelopamento

Existem no mercado adesivos calandrados monoméricos, calandrados poliméricos e cast. Cada um é indicado para um tipo de trabalho e nem todos são apropriados para determinados tipos de aplicação automotiva.
Atenção com o tipo de adesivo que será utilizado no envelopamento.

Antes da aplicação do vinil, será feita uma avaliação para certificar o bom estado da pintura do veículo. Carros repintados tendem a descascar, quando o cliente decidir pela retirada do adesivo, se fez uso de tinta ou verniz de má qualidade, ou ainda se o verniz da repintura não estiver totalmente seco. Há verniz que demora meses para uma cura total.
O ideal é envelopar um carro com pintura original de fábrica.
Para um serviço de qualidade, a limpeza da superfície deve ser feita com cuidado especial, antes de ser iniciada a aplicação. Para tal, é recomendada uma lavagem com água e detergente neutro e, antes da aplicação, desengordurar a superfície com álcool isopropílico para que seja eliminada qualquer impureza, oleosidade ou qualquer produto químico. O ambiente onde será feito o envelopamento deverá ser livre de poeiras, garantindo uma aplicação sem falhas.

Após o envelopamento concluído, algumas recomendações são necessárias.

• Aguardar no mínimo 72 horas antes de lavar o veículo. Evitando também a exposição à chuva durante este mesmo período.
• Utilizar apenas água e sabão neutro.
• Usar pano de microfibra para secagem.
• Não utilizar nenhum tipo de cera ou abrasivo.
• Não utilizar escovas com cerdas grossas ou mecânicas.
• Utilizar água com temperatura entre 20 e 25 graus.
• Utilizar jato de pressão apenas em empresas de limpeza especializada, pois existem técnicas para o uso deste equipamento em carros envelopados.
• Evite deixar o carro sujo por muito tempo para que a sujeira não se torne permanente.
• Peça ao frentista que tome o cuidado em não derramar combustível
no veículo.

No Brasil não existe uma escola especializada em curso de envelopamento automotivo, empresas de adesivos fornecem estes cursos em seus centros de treinamentos ou em parcerias com os distribuidores de seus produtos.
Empresas como Imprimax, Alltak, Aplike e Adesivos Paulista dispõem de equipes especializadas nesses treinamentos e muitas vezes contam com especialistas estrangeiros para ministrarem palestras e agregarem conhecimento aos alunos.
Em feiras do segmento, estas empresas promovem treinamentos e soluções de problemas, cada equipe com seus métodos de orientação para a realização de um trabalho com técnica apropriada.
Para Thiago Sossai, instrutor de envelopamento da Alltak, o importante não é apenas ensinar técnicas de aplicação, mas orientar o aluno sobre como o adesivo se comporta em relação ao envelopamento.

Agradecimentos:
Imprimax www.imprimax.com.br
Alltak www.alltak.com.br
Aplike www.aplike.com.br
Adesivos Paulista http://adesivospaulista.wixsite.com/adesivospaulista

Comente: