Jornal O Serigráfico

*Por Vitor Takenaka

 

A adoção da impressão digital pelo mercado gráfico brasileiro deixou de ser apenas uma tendência de mercado. Nos dias de hoje, principalmente devido à crescente demanda por serviços personalizados, de baixa tiragem e de alta rapidez, o uso dessa tecnologia tem se tornado cada vez mais frequente.

Com esse tipo de solução, é possível realizar serviços de impressões dos mais variados tipos e criar soluções através de mídias especiais, como papel transfer que pode ser aplicado em canecas, camisetas, azulejos e, até mesmo, em madeira. Há ainda a possibilidade de trabalhar com gramaturas diferenciadas de papéis, tipos e cores, com a garantia de uma impressão nítida e sólida.

Outros benefícios da impressão digital incluem:

 

  • Agilidade e simplicidade no processo de impressão – A impressão digital dispensa a produção de fotolitos ou chapas e tem o diferencial de personalização de impressões e rapidez na entrega dos trabalhos. Essa tecnologia, aliada à norma ISO 12647-8, também permite realizar provas de impressão digital no mesmo equipamento da impressão final, ou seja, é possível com um único equipamento atender demandas específicas e comuns do dia a dia das gráficas.
  • Redução nos custos em tiragens reduzidas – Por ser um processo mais simples, esse tipo de impressão apresenta uma grande viabilidade econômica para pequenas tiragens. Pode-se imprimir apenas o que é necessário, garantindo serviços sempre atualizados e reduzindo, assim, desperdícios com materiais.
  • Possibilidade de personalização de conteúdo – Com esse tipo de tecnologia, cada impresso pode ter conteúdo diferente (dados variáveis), o que possibilita uma comunicação individualizada.

Vale mencionar ainda que nesse segmento um dos destaques são as impressoras LED que imprimem branco, como os modelos C711WT e C941DN da OKI Data. Entre todas as funções, esses equipamentossão bastante utilizados para mock-ups de embalagens, provas, capas de livros, fotolivros, entre outros produtos. Com o toner branco, o processo para a confecção dos materiais torna-se muito mais prático, substituindo processos como a serigrafia. Já no mercado gráfico, a inovação do toner branco contribui para a criação de uma ampla gama de produtos em diversos tipos de mídias, desde convites a embalagens. Utiliza-se, para tanto, diversas mídias, com maior variedade de cores e a exclusiva impressão na cor branca.

Visto que os trabalhos e as demandas estão cada vez mais segmentados e focados na inovação e no diferencial, as impressoras que atendem a baixa e média tiragem surgem como uma ferramenta importante para criar novas oportunidades de negócios para as gráficas e birôs de impressão. A tendência do mercado é se diferenciar e, por isso, a escolha do melhor equipamento tornou-se essencial para o sucesso ao longo prazo.

  • Vitor Takenaka é Analista de Produtos da OKI Data

Comente: