0 Comments

Por: Mara de Paula Giacomeli

Cristiano Manenti, CEO da JC Digitex

A Isocarbo, empresa italiana fundada em 1923, formou uma parceria com a JC Digitex para atender principalmente o mercado têxtil brasileiro e vem atuando em outros países da América do Sul.
Os produtos da Isocarbo possuem as mais modernas tecnologias e a preocupação com a sustentabilidade que o setor exige. Com toda qualidade e tradição, a JC Digitex fez a escolha certa ao trazer para o Brasil uma tinta com tecnologia italiana que possui o melhor custo/benefício para os clientes de impressão digital.
A principal obrigação de um fabricante de tinta de alta qualidade como a Isocarbo é atender os próprios clientes com o mesmo padrão de qualidade e com um produto que respeite os parâmetros químicos e físicos em todos os lotes, o que é determinante para que os clientes criem um padrão no processo de produção.
A tinta é apenas um dos elementos dentre outras variáveis que influenciam na rotina do trabalho e que podem prejudicar o processo de produção do cliente. Dentre essas variáveis, podemos encontrar papel de baixa qualidade, máquinas sem manutenção, climatização da área de impressão, condições de transferência, má estocagem do material e inclusive do tecido.
Para qualquer empresa que almeja se tornar industrial ou semi-industrial, é imprescindível a implementação de um processo padronizado, principalmente porque isso permite um controle sobre os custos. Hoje em dia, a maioria dos clientes semi-industriais não têm implementado na própria produção um padrão de qualidade, enquanto o objetivo principal é procurar o menor custo. Isso determina que o cliente procure uma alternativa de tinta e o papel mais barato, ignorando que no final isso se torna um custo mais caro, e que nunca vão conseguir uma base de referência no próprio processo.
“Uma das reclamações mais comuns que acontecem comigo são clientes que falam que a tinta não está secando ou que ela mudou de tonalidade, eu gosto sempre de responder que a tinta “não pensa”. Quando falamos da mesma tinta e sobre o mesmo lote, a causa destes problemas depende na maioria dos casos do papel sem qualidade. Um papel adequado tem um tratamento uniforme que muda o resultado final, tanto em secagem quanto em tonalidade. A estocagem do papel e a temperatura na sala de impressão são variáveis que condicionam estes problemas. Por isso, é importante trabalhar com produtos de qualidade, pois assim é mais fácil criar um processo, eliminar custos e aumentar a rentabilidade.” comenta Cristiano Manenti, CEO da JC Digitex.
A ST-E44, tinta participante do portfólio da Isocarbo, foi desenvolvida exatamente para atingir esse objetivo, gerar qualidade com o menor custo/benefício, sendo uma tinta digital sublimática à base de água para impressão transfer com a mais alta concentração, adequada para todas as impressoras com cabeça Epson. Sua formulação, caracterizada por uma alta concentração de corante, confere ao produto rendimentos de cor intensos e uma excelente propriedade de secagem, sobre papéis mais finos e não tratados, oferecendo qualidade excelente e particularmente adequada para processos produtivos industriais.

www.jcdigitex.com

Tire suas duvidas aqui