0 Comments

Plantas são essenciais para a vida na Terra por gerarem oxigênio e alimentos a diversas formas de vida e também por serem responsáveis pelo controle da temperatura e o equilíbrio da água no planeta, além de absorverem o dióxido de carbono através da fotossíntese.

Com uma impressionante peculariedade, a rosa de jericó, cientificamente conhecida como Selaginella Lepidophylla, é capaz de sobreviver em ambientes extremamente áridos.
Encontrada no Oriente Médio e América Central, é conhecida como flor da ressurreição, por sua capacidade em reflorescer após estar totalmente seca, com um simples contato com a água.
Este processo somente é possível devido a uma estratégia natural da planta: quando o ar e a terra tornam-se demasiado secos, esta flor se encolhe formando uma bola e guardando parte mínima de sua umidade. Após este recurso, suas raízes se soltam do “corpo” e seguem, transportadas pelo vento, em busca de um ambiente úmido onde possam se abrigar e voltar a florescer, com toda sua frescura e beleza inicial.
É sábio, portanto, seguir o exemplo desta planta. Se o ambiente está muito “seco”, vamos guardar providências necessárias e nos transportar para outros lugares.
Sempre haverá um solo úmido onde possamos nos reflorescer.
Assim como o vento auxilia a rosa de jericó em seu transporte, sempre haverá alguém a te ajudar nesta jornada por um novo campo.
Desistir nunca deve ser opção.

Como disse um dia o físico alemão Albert Einstein:
“Não posso desistir, pois para mim, vencer é nunca desistir.”

Vença!

Mara de Paula Giacomeli é jornalista e editora do Jornal O Serigráfico

Tire suas duvidas aqui