Serigrafia e Comunicação Visual

A nossa serigrafia

0

Quando falamos de serigrafia, o que vem à mente é a serigrafia têxtil, impressão de camisetas, modinha e tecidos.

Mas serigrafia não é só isso, serigrafia é muito mais.

Quando olhamos a serigrafia industrial, tomamos consciência da capacidade de adaptação dessa arte milenar.

A tecnologia avança a passos largos, mas não deixa de utilizar o processo mais antigo de reprodução de imagens. Os circuitos impressos são preparados por serigrafia. Antes de submeter as placas à corrosão, utiliza-se serigrafia para demarcar as trilhas.

Nossos carros a cada dia têm mais tecnologia embarcada, a cada dia surge um novo conceito e design, mas não deixam de utilizar a serigrafia para colocar os desembaçadores, os painéis e as molduras dos vidros.

Usamos e abusamos dos cosméticos, das embalagens plásticas, e isso está inserido no nosso dia a dia, nem nos damos conta que a serigrafia está presente também na frascaria.

Você sabia que o seu lindo celular tem trabalhos em serigrafia? Seu notebook, seu computador, seu tablete… Serigrafia e mais serigrafia.

Não paramos por aí, o piso de sua casa, os desenhos, os arabescos… tudo serigrafia; sua xícara, seu prato, também tem serigrafia.

Este é o desafio, saber onde não foi usado serigrafia. Essa arte se adapta a qualquer ambiente e aceita desafios, todos os dias uma nova adaptação e lá vai a serigrafia resolver o problema de pintura, de sinalização, de configuração de identidade.

Quando falamos de moda, decoração, cama, mesa e banho, estamos falando do ambiente da serigrafia, esse é o campo de maior utilização dessa arte. Sabia que tapetes também são impressos utilizando serigrafia? Pode abrir os olhos, sim, a serigrafia está inserida em nosso dia a dia como um item essencial, permanente, duradouro, necessário e, acima de tudo, prático, adaptável e versátil.

Vamos olhar com atenção onde podemos abrir uma área de atuação que, com a serigrafia, possamos revolucionar o mercado, que possamos nos tornar autossuficientes, levar a nossa empresa a outro patamar, oferecer algo novo, usar essa arte para oferecer qualidade e eficiência. Adapte-se, olhe a sua volta, se você é um serígrafo, conhece bem arte, sabe o que faz, então tem muito a oferecer. Basta expandir seus horizontes, olhar além, inovar; as possibilidades são muitas.

O avanço tecnológico precisa da serigrafia, por mais robôs que venham a fabricar, sempre haverá espaço para a serigrafia.

Infelizmente, temos no mercado pessoas engessadas, com mentes curtas que não procuram inovações. Querem fazer arte no improviso, querendo utilizar técnicas já superadas que atrasam a produção. As dificuldades já foram vencidas, temos muitos técnicos no mercado ensinando gratuitamente, mostrando como fazer e o que não fazer, excelentes profissionais e empresas preocupados com qualidade, com o desperdício e com a inovação.

Vamos olhar o mercado com mais atenção e deixar de improvisar!

Claudilei Sousa

Crédito da imagem: Free-Photos por Pixabay

Saturno Tintas completa 78 anos no mercado

Anterior

Como enfrentar os aumentos das contas de energia elétrica e água

PRÓXIMO

Você pode gostar

Comentários

Comments are closed.