ColunaMercado

MATERIAIS E APLICAÇÕES

0

 

 

Quando tecnologia e técnica são determinantes para o sucesso do envelopamento de veículos

* Juliano Lima

 

Com o avanço do envelopamento de veículos e frotas, como uma forma de proteger os mesmos e valer-se de um recurso de propaganda acessível e de valor reduzido, é preciso oferecer soluções em tecnologia e materiais alinhadas às novas demandas do mercado. Os convertedores buscam materiais versáteis, passíveis de serem usados em diversas aplicações; já os instaladores esperam qualidade, agilidade e facilidade no processo de aplicação. Para o cliente, o resultado deve ser perfeito e a possibilidade de remoção ou troca do material, sem danos ao veículo ou resíduos, é mandatória.

Neste caso, o destaque entre o portfólio da Avery Dennison é a nova geração de filmes, MPI 1105.  Neste novo material, foram aprimoradas as características de conformabilidade e facilidade de aplicação. O MPI 1105 mantém o excelente padrão de seu antecessor MPI 1005 para a impressão digital, além da alta durabilidade e fácil aplicação e remoção, mesmo após longos períodos.

Para um resultado impecável, a Avery Dennison criou um passo a passo que auxilia o instalador no processo, garantindo uma aplicação perfeita, fácil e rápida.

 

  1. Prepare a superfície, limpando-a e secando-a a fim de facilitar a aderência do material;
  2. Certifique-se de que a temperatura de aplicação do filme, do ar e do substrato é a recomendada – mínimo de 6°C;
  3. Selecione as ferramentas e técnicas de instalação que serão usadas;
  4. Aplique o grafismo – sobreponha todos os materiais em cerca de 50{0745c43c0e3353fa97069a60769ee4ddd8009579514cad9a011db48d81360048}. Ao usar um rodo, segure-o entre 50 e 70 graus da superfície; quanto mais plano, melhor;
  5. Remova possíveis bolhas de ar ao redor dos rebites – a remoção poderá ser feita pressionando o meio da bolha com o polegar e esfregando na direção da borda do material. O ar se dispersará pelos canais mais afastados. A menos que a bolha tenha mais do que 2,5 cm de diâmetro, não é necessário fazer furos. Bolhas ao redor dos rebites podem ser eliminadas com uma ferramenta, fonte de calor ou uma escova, ou pressionando o rebite para baixo, forçando a saída do ar;
  6. A última passada do rodo tem que ter uma técnica especial – espere pelo menos entre 5 e 10 minutos depois da aplicação para garantir que a adesão foi completa, remova a pré máscara e passe o rodo novamente nas margens e soldas do decalque, garantindo a pressão ideal.

 

Frequentemente a empresa ministra workshops de aplicação de seus produtos junto a distribuidores autorizados. Caso tenha interesse, é possível entrar em contato conosco através do email ad.br@averydennison.com.

 

*Juliano Lima é gerente comercial para a divisão de comunicação visual da Avery Dennison (www.averydennison.com) com formação em Economia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), com pós graduação em Gestão Estratégica de Negócios pela Faccamp.

Esticagem manual

Anterior

Se ninguém fala…

PRÓXIMO

Você pode gostar

Coluna

A NOVA REALIDADE DO E-COMMERCE NO BRASIL.

Para existir no mundo dos negócios é fundamental estar na internet. O  último relatório anual do e-commerce, divulgado pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico ...
Coluna

Se ninguém fala…

A mentira aprisiona. Você pode enganar alguém por algum tempo, mas o próprio tempo se encarrega de trazer a verdade à tona. Quando ...
Mercado

Silkpress- história vitoriosa

Produtos e máquinas de qualidade comprovada, ótimo atendimento, preços sempre competitivos e parcerias de sucesso são uma constante na história vitoriosa da SILKPRESS ...

Comentários

Comments are closed.

Mais em Coluna